#222 “De volta ao mapa da fome” – com Denise de Sordi

Saudações pessoas! Nesse episódio do Viracasacas recebemos a historiadora Denise de Sordi (@d_desordi) para discutir o retorno do Brasil ao Mapa da Fome. Denise é Doutora em História Social pela Universidade Federal de Uberlândia e especialista em história dos programas sociais brasileiros. Começamos discutindo como o Brasil foi um país pioneiro no combate à fome em anos recentes, algo importante dado o histórico de que sempre fomos um país assolado pela fome. Falamos sobre a história das políticas de combate à fome e como se deu a implantação dos programas sociais brasileiros. A volta ao Mapa da Fome coincide com uma estranha obsessão por parte de veículos de imprensa em fazer notícias glamourizando a carestia e oferecendo “dicas” para substituir alimentos. Por fim, falamos do impacto da pandemia e da destruição, desde 2016, de muitos instrumentos de combate à fome criados e ampliados pelas esquerdas brasileiras. Tudo isso agravado pela insegurança que as inúmeras “reformas” contra os trabalhadores produziram nos últimos anos. Tudo isso é preocupante, já que como disse uma vez um líder político brasileiro: “A fome não produz revolucionários, produz pedintes”.

Confira artigos de Denise de Sordi

(Tese) Reformas nos programas sociais brasileiros: solidariedade, pobreza e controle social (1990-2014)

(Reportagem) Os valores de solidariedade do Bolsa Família. E seus limites

(Artigo) Reformas nos programas sociais brasileiros: solidariedade, pobreza e controle social

Dicas Culturais

(Livro) Renda Básica e Cidadania: a resposta dada pelo vento

(Filme) A Voz Suprema do Blues

(Filme) Você não estava aqui

(Jogo) Black Mesa

– –
Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


– –
Expediente
Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

#221 – “Eles vivem (e mugem) com Ira Croft, Andrei Fernandes e Marcos Keller

Saudações pessoas! No episódio dessa semana recebemos novamente a grande Ira Croft (@Iracroft) que dessa vez está acompanhada dos fabulosos Andrei Fernandes (@Andreizilla) e Marcos Keller (@MarcosKeller), podcasters no Mundo Freak Confidencial (@Mundo_Freak). Juntos vamos discutir cinema e política no filme “Eles Vivem” (1988), obra-prima do diretor John Carpenter. Carpenter foi um dos diretores mais influentes na década de 1980 e criador de sucessos como “Halloween” (1978), “Fuga de Nova Iorque” (1981), “A Coisa” (1982) e “Os aventureiros do bairro proibido” (1986). “Eles Vivem” é provavelmente o filme mais político de Carpenter. Lançado uma semana antes da eleição que daria a vitória a George Bush Sr., antes vice-presidente e depois sucessor de Ronald Reagan, “Eles Vivem” é uma crítica ácida e direta à ao estilo de vida dos Yuppies e à pobreza e desigualdade geradas em decorrência das políticas econômicas da Era Reagan. Falamos sobre a cinematografia de “Eles Vivem” em paralelo com o universo histórico e político que o filme habita – e também abordamos as recentes tentativas de apropriação do filme pela extrema-direita, repudiadas veementemente pelo diretor. Coloque seus óculos escuros e venha conosco!

Confira os projetos do colegas do Mundo Freak:

(Site) Mundo Freak
(Podcasts) Mundo Freak Confidencial & Aconteceu Comigo
(Podcast) Magikando
(Podcast) Arco43 Podcast

Dicas Culturais


(Livro) A República das Milícias
(Livro) As Diferenças em Comum: Deleuze, Marx e o Agora
(Livro) Daisy Jones and the Six
(Filme) Tropas Estelares
(Filme) Fuga de Nova York
(Filme) Clube dos Canibais

– –
Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


– –
Expediente
Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

#220 “Grilagem para Principantes (ou: como ir passando a boiada)” – com Maurício Torres

Saudações pessoas! Nesse episódio do Viracasacas recebemos Maurício Torres (@Mautorre00), professor da Universidade Federal do Pará (UFPA) e estudioso de conflitos territoriais na Amazônia, para uma AULA MAGNA sobre grilagem no Brasil e a relação entre poder, apropriação de terras públicas e a atual política ambiental. Falamos sobre as diferenças entre a atividade de madeireiros e grileiros nas dinâmicas de ocupação e destruição ambiental: os primeiros operam um corte seletivo de madeira de altíssimo valor, os segundos fazem um desflorestamento total como forma de exercer controle territorial. A grilagem, da prática de dar aparência envelhecida a documentos através da urina de grilos, se tornou um empreendimento muito mais sofisticado. Também falamos sobre a relação entre o roubo de terras públicas, políticas de governo e as constantes anistias a desmatadores e grileiros repetidamente promovidas pelo Estado Brasileiro – velho mantra de que o que falta na Amazônia é a “regularização fundiária”. Destacamos também que os regimes de desflorestamento apropriação e trabalho de pequenos agricultores, povos tradicionais e indígenas, ao contrário do que diz o presidente, nada têm a ver com a devastação que se precipita sobre a Amazônia nos últimos anos. Da “lógica bandeirante” de ocupação do território nacional, exercida mais ou menos intensamente conforme o grupo que estava no poder, passamos a ter no bolsonarismo uma orquestrada destruição de todas as políticas ambientais e uma defesa explícita da contravenção por parte de membros do governo. Que nos desculpe o Tiririca mas pior que tá fica…

Referências


(Artigo) Grilagem para principiantes: guia de procedimentos básicos para o roubo de terras públicas
(Livro) Dono é quem desmata: conexões entre grilagem e desmatamento no sudoeste paraense

Dicas Culturais

(Documentário) Terra para Rose
(Filme) Som do Silêncio
(Canal) Café Amargo – Orlando Calheiros

– – –
Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


Expediente
Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

EH VÁRZEA 014 – “Conservadorismo, negacionismo e catástrofe”

Na coluna dessa semana Carapanã fala sobre como a nova direita começou atacando as humanidades e acabou investindo contra a medicina. A destruição epistêmica operada pelos conservadores é útil ao seu projeto de capitalismo de desastre e o que assistimos durante a pandemia é apenas um aperitivo do que eles farão no auge da catástrofe climática.

Referências

“‘It’s a nightmare.’ How Brazilian scientists became ensnared in chloroquine politics”

“Médicos pela Vida” são diretamente ligados a grupo empresarial que produz ivermectina

Brexit stems from a civil war in capitalism – we are all just collateral damage

O conservadorismo só se preocupa com a defesa de hierarquias tradicionais

Tempos de barbárie pedem ousadia

#219 “O fascismo em camisas verdes (e amarelas) – com Odilon Caldeira Neto

Saudações pessoas! Nesse episódio do Viracasacas recebemos novamente Odilon Caldeira Neto (@odiloncaldeira), professor de História Contemporâena e Coordenador do Observatório da Extrema-Direita no Brasil. O assunto da vez é novamente o Integralismo, o fascismo brasileiro organizado pelos ilustres dos “galinhas-verdes”. Começamos discutindo o livro recente do professor Odilon, escrito em conjunto com o historiador Leandro Pereira Gonçalves, e aproveitamos para comentar sobre as relações entre o Integralismo histórico e o contemporâneo. Falamos sobre como a Ação Integralista Brasileira foi um movimento de massas, inspirado e alinhado aos fascismos europeus mas bastante adaptado às realidades do Brasil. Seu legado, no entanto, é mais difuso e sua memória é também traz consigo um espectro da derrota: apoiaram o golpe do Estado Novo depois tentaram depor Getúlio Vargas, apenas para assistir seu movimento cair na ilegalidade e testemunhar a derrota das potencias do Eixo na 2a Guerra. O alinhamento aos fascismos e a derrota do Eixo produziu entre os Integralistas uma intensa reescrita da própria história. Mas o legado do integralismo vai além dos pequenos grupos neointegralistas. Ex-membros da AIB foram instrumentais para a instauração da Ditadura Civil-Militar de 1964 e a compreensão do impacto cultural do integralismo é fundamental para a compreensão da direita brasileira contemporânea.

Dicas Culturais

(Livro) O fascismo em camisas verdes: do integralismo ao neointegralismo

(Livro) Cómo comunica la alt-right. De la rana Pepe al virus chino

(Álbum) Fito Paez – La Conquista del Espacio

(Jogo) S.T.A.L.K.E.R. – Shadow of Chernobyl

(Jogo) OnRush

– – –
Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


Expediente
Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

#218 “Brasil à la Carte”

Saudações pessoas! Hoje é um episódio de festa, um episódio de celebração em meio aos escombros desse país. O Viracasacas atingiu 2 milhões de playspelo menos desde que mudamos nosso contador há uns dois anos atrás. E para comemorar Gabriel Divan e Carapanã organizaram um JANTAR DE GALA no qual comentam vários aperitivos e TRÊS PRATOS PRINCIPAIS: a corrida ao fundo encabeçada por André Mendonça e Augusto Aras para ver que se abaixa mais em troca de uma cadeirinha no Supremo; o lobby evangélico pela abertura dos templos apesar nas condições sanitárias de Estados e Municípios e, claro; vacininha privada, meio nonsense, bem suspeita e cujo lobby foi encabeçado JUSTAMENTE pelo empresariado quem disse que a COVID não ia matar nem 5 mil pessoas. Veja sorrir, chorar e abastecer os maus sentimentos!

Dicas Culturais

(Série) Alice in Borderland
(Filme) O Irlandês


Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


Expediente
Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

EH VÁRZEA 013 – O assombramento do mundo

Na coluna dessa semana Carapanã fala sobre como o desencantamento do Brasil é um assombramento.

Referências

O Evangelho Segundo Pinóquio

ehvarzea #008Pequenas Verdades, Grandes Mentiras


Siga a gente no Twitter: @viracasacas
Apoie o Vira! http://www.apoia.se/viracasacas
Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir:
http://viracasacas.libsyn.com

#217 “Segurança Nacional” – com Flávio Martins

Saudações pessoas! Nesse episódio do Viracasacas podcast recebemos Flávio Martins (@sigaoflavio), professor de Direito Constitucional, para discutir essa coisa chamada LEI DE SEGURANÇA NACIONAL. O professor Flávio também apresenta os podcasts Saindo da Caverna e O Detrator, uma vez que é o detrator número 45 da famosa lista do Governo Federal. Começamos discutindo como nossa Ditadura Militar era legalista e usava e abusava da legislação para perseguir e inibir seus críticos e sua oposição. Todo mundo fala sobre o AI-5 mas nos esquecemos que o AI-1, o primeiro Ato Institucional da Ditadura, suspendeu a estabilidade dos funcionários públicos, juízes e promotores. Dito isso, o que explica em pleno 2021 perseguir alguém por um outdoor que compara o presidente a um pequi roído? Sério, enquanto o Brasil derrete e centenas de milhares de pessoas morrem devido às pandemia da COVID, as preocupações do Palácio do Planalto e seus fieis sabujos é perseguir dissidências das mais educadas. O que isso tem a ver com determinados movimentos do STF em relação aos chamados “atos anti democráticos”? Para onde essa nau vai? No Brasil, só temos uma certeza, a de que ela vai vai rio abaixo…

Dicas Culturais

(Livro) O fascismo em camisas verdes: do integralismo ao neointegralismo

(Jogo) Risk of Rain 2


Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


Expediente
Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

#216 “Política é todo dia” – com Guilherme Boulos

Saudações pessoas! Nessa edição o Viracasacas recebe Guilherme Boulos (no Twitter: @GuilhermeBoulos )! Boulos é professor, coordenador do MTST e da Frente Povo Sem Medo. Foi candidato do PSOL à Presidência da República e à Prefeitura de São Paulo. Falamos sobre muita coisa: eleições, bolsonarismo, golpeachment, processos surreais, lulismo, evangélicos e experiências de vida. Mas ao final esse foi um episódio sobre esperança, construção e luta. Clica aí que o homem fala bem demais!

Dicas Culturais

(Livro) Capão Pecado


(Entrevista) A cruzada anticomunista da Guerra Fria continua moldando nosso mundo – com Vincent Bevins

(Filme) Mank

Escute o Vira no seu agregador de podcasts preferido, em serviços de streaming como o Spotify (abaixo) ou diretamente do site do feed – podendo fazer download do mp3 se preferir em viracasacas.libsyn.com


Expediente

Pai-Fundador: Felipe Abal
Apresentação: Gabriel Divan e Carapanã
Capas: Gui Toscan
Edição de Áudio: Thiago Corrêa & Estopim Podcasts

Acima ↑