#161 (Conversas da Quarentena) – o 7×1 nosso de cada dia, com Rafaela Debastiani e Guilherme Dellagustin

Saudações ouvintes! Nesse Conversas da Quarentena trazemos Rafaela Debastiani e Guilherme Dellagustin para discutir como está o combate à pandemia na Alemanha, que atualmente apresenta um dos melhores cenários da Europa com poucos casos e, mais importante, poucas mortes.

A Alemanha adotou uma política de testes e isolamento precoces – diferentemente da Itália, onde a questão do isolamento foi transformada em disputa política e resoluções importantes foram adiadas. Como funciona o sistema de saúde na Alemanha e, mais importante, porque sistemas de saúde tão bons estão em alerta com um possível cenário de colapso nessa pandemia? Enquanto isso, no Brasil as únicas certezas são de que o isolamento precoce pode ter nos ajudado e de que há uma considerável subnotificação – tanto de casos quanto de óbitos. Rafaela e Guilherme, junto com Marcelo Gomes (Pesquisador em Saúde Pública pela FIOCRUZ), mantêm o Coronavírus Brasil Blog e Podcast e informam o público a respeito da pandemia do coronavírus (Covid-19) – além de explicar muita coisa sobre epidemiologia para o público leigo.

Coronavírus Brasil Blog e Podcast
https://coronablogbr.org/

Dicas Culturais

(Show) Quem dá mais? (Storage Wars)

(Livro) Luzes de Emergência se Acenderão Automaticamente

(Série) Luna Nera

(Série) That 70’s Show

2 comentários em “#161 (Conversas da Quarentena) – o 7×1 nosso de cada dia, com Rafaela Debastiani e Guilherme Dellagustin

Adicione o seu

  1. Olá, meninos! Em tempos de Pandemia, acabei ouvindo o “Conversas da Quarentena” todos de uma vez e tenho gostado muito da série.
    Achei interessante os apontamentos dos convidados deste episódio, bem como o dos outros convidados, mas algo que me chama a atenção de quem comenta em relação a atuação dos países à COVID-19 é que ninguém citou Portugal, que tem feito uma atuação excelente na matéria, desde decretar rapidamente medidas de prevenção, a ter saúde pública gratuita para todos, bem como legalizar temporariamente todos os imigrantes com pedido de vistos no país, permitindo também que esses acessem todo o serviço público, e isso impactou diretamente os milhares de brasileiros que moram aqui, para além de estar com uma taxa de mortalidade baixíssima.
    Parabéns pela nova série e um beijo direto do Porto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: