#92 Linguagem e Poder – com Debbie Cabral

Data venia nobres ouvintes do Viracasacas, mas a linguagem importa! É por isso que nessa semana conversamos com a Debbie Cabral (a melhor risada da podosfera) diretamente do Portal Deviante sobre linguística e a função da linguagem no direito, na política e na sociedade. Está imperdível.

Siga a gente no Twitter: @viracasacas
Assine o nosso feed no seu agregador de podcast
Seja um Viracasacas ou um George Soros e contribua com a gente! http://www.apoia.se/viracasacas
Veja mais informações sobre o episódio no nosso site http://www.viracasacas.com
Mande um e-mail para nós: viracasacaspodcast@gmail.com
Siga o Gabriel Divan: twitter.com/gabrieldivan
Siga o Felipe Abal: twitter.com/abalfelipe
Siga a Debbie: twitter.com/debbie_cab

Acesse felipeabal.com

gabrieldivan.com

deviante.com.br

Dicas Culturais

Springsteen on Broadway – Netflix

Manhunt: Unabomber – Netflix

A Chegada – Filme

Serial – Podcast

O Inocente- Netflix

Roma – Netflix

Sugestões de leitura

· Amsterdam, A.G; Bruner, J. 2002. ‘Minding the Law: How courts rely on storytelling, and how their stories change the way we understand the law and ourselves’. Harvard University Press.

· Bamberg, M. 2012. ‘Why narrative’. Narrative Inquiry, vol. 22, no. 1, pp. 202-210.

· Fairclough, Norman. 2003. ‘Analysing Discourse: Textual Analysis for Social Research’. London and NY: Routledge.

· Fairclough, Norman. 2008. ‘Discurso e mudança social’. Brasília: Ed. UnB.

· Gibbons, J. 1999. ‘Language and the Law’. Annual Review of Applied Linguistics 19, 156-173.

· Heffer, Chris 2013a. ‘Revelation and Rhetoric: A Critical Model for Forensic Discourse’ The International Journal of Speech, Language and the Law 26. 459-485

· Heffer, Chris 2013b. ‘Projecting Voice: Towards an Agentive Understanding of a Critical Capacity’. Working Papers in Language and Literature. Cardiff University.

· MERTZ, Elizabeth. 2007. ‘The Languge of Law School: learning to ‘think like a lawyer’’. Oxford: Oxford University Press.

· Philips. Susan U. 1998. ‘Ideology in the Language of Judges – how judges practice Law, Politics, and Courtroom Control’. Oxford University Press

· Possenti, Sírio. 1986. ‘Discurso, Estilo e Subjetividade’. Campinas, 316p. Tese de Doutorado – Unicamp.

· Possenti, Sírio. 1995. ‘O “eu” no discurso do “outro” ou a subjetividade mostrada’. São Paulo: Revista Alfa, n.39, p. 45-55.

· Resende, Viviane de Melo. 2009. ‘Análise de Discurso Crítica e Realismo Crítico: implicações interdisciplinares’. Campinas, SP: Pontes.

· Vandijk, T. 2008. ‘Discurso e Poder’. São Paulo: Contexto.

Textos da Debbie no Portal Deviante:

Pegar carona nessa cauda de cometa… ou da nave espacial de A Chegada

Por que e como estudar gramática

Entre a cruz e a enxada, o medo 

Você escuta ou só espera sua vez de falar? 

Unicórnios que usam truques Jedi para contar o tempo

Gramática na prática: Constituição Federal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: