#46 Como Conversar com um Liberal

Saudações pessoas! No episódio desta semana nós trocamos uma ideia com o Fabricio Pontin a respeito de Liberalismo. Isso aí mesmo, tem um liberal no Viracasacas falando com a gente a respeito de alguns princípios básicos do liberalismo, dos grupos que se denominam liberais e da possibilidade de diálogo diante do cenário político brasileiro. Mas não é só isso!!! Esse episódio tem uma surpresa: o Viracasacas agora tem uma coluna aberta do Carapanã, chamada “É várzea”, onde ele, o mito, a lenda, fala sobre tudo o que quiser. Se interessou? Ouve aí!

P.S. Eu, se fosse você, não pularia os salves…

A pauta começa aos 13m28s

Siga a gente no Twitter: @viracasacas
Assine o nosso feed no seu agregador de podcast
Seja um viracasacas ou um George Soros e contribua com a gente! www.apoia.se/viracasacas
Veja mais informações sobre o episódio no nosso site www.viracasacas.com
Entre no nosso grupo no Telegram: t.me/joinchat/Gml7ZFA3B_YRVKpTo7DmOA
Mande um e-mail para nós: viracasacaspodcast@gmail.com

Siga o Fabricio Pontin no Twitter: @fabriciopontin

Se você ainda não segue o Carapanã no Twitter: @carapanarana

Citados durante o episódio

Sobre a liberdade – John Stuart Mill

http://www.lpm-editores.com.br/site/default.asp?Template=../livros/layout_produto.asp&CategoriaID=526091&ID=519188

How to Do Things with Words – J. L. Austin

http://www.hup.harvard.edu/catalog.php?isbn=9780674411524

Dica do Carapanã

Hypernormalisation – Adam Curtis

Dicas Culturais

Social Choice and Individual Values – Kenneth J. Arrow

https://books.google.com.br/books/about/Social_Choice_and_Individual_Values.html?id=y_rkX6QWOYMC&redir_esc=y

A Guerra dos Sexos – filme

http://www.adorocinema.com/filmes/filme-227278/

Desenvolvimento como Liberdade – Amartya Sen

https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=11156

Contra-história do liberalismo – Domenico Losurdo

https://www.livrariaideiaseletras.com.br/contra-historia-do-liberalismo.html

2 comentários sobre “#46 Como Conversar com um Liberal

  1. Excelente episódio! Concordo com a maioria dos argumentos do Fabrício e me considero bastante liberal e de esquerda.

    Não creio que tenhamos que colocar que tudo que o Estado faz está errado e tudo que a iniciativa privada faz está certo. São empreendimentos
    que precisam trabalhar juntos em esferas diferentes, pois não entendo que o Estado deva controlar preços,
    assim como não acho que empresas irão construir grandes empreendimentos sozinhos.

    Quanto à polêmica do Kim, entendo que você tenha perdido se sentando a conversar.
    Já estive em situações similares de “””discussões””” entre criacionistas e não criacionistas,
    inclusive a famosa frase de que “você não joga xadrez com pombos” surgiu em grupos da internet falando sobre criacionistas
    que não entendem de ciência e por isso cagam no tabuleiro e voam triunfantes.

    Não sei qual é a melhor estratégia, mas eu na minha humilde opinião, sabendo que já perdi por estar sentado com o Kim,
    daria oportunidade a falar e não entrar na linha de polarizar. Se falar uma besteira também terá que sentir a certeza da lógica
    e principalmente da História que é a principal ignorada nos argumentos do MBL. Ter uma aula de História seria algo importante e caso
    venha depois com edições, haverá edições-resposta diferentes que também terão repercussão.

    Por outro lado acho que temos que encontrar o meio de construir pontes. Não sei se com pessoas que desejam a lacração,
    mas quero dizer que há liberais que tem cérebro e ficam com ele ligado assim como o Fabrício.
    Em algum momento tem que ocupar o espaço e dar a oportunidade do diálogo, matar o monólogo com diálogo.

    Precisamos entender o papel do Estado, que é nosso, todos nós pagamos por ele e merece o nosso respeito.
    Precisamos entender também o papel das pessoas todas que estão pagando impostos exagerados e não tem o devido retorno.
    Precisamos entender a iniciativa privada como algo saudável e que traz o desenvolvimento de qualquer sociedade.
    Tudo isso sem demonizar, sem criar espantalhos. Porque se começar com ‘esses caras’ não há possibilidade de diálogo.
    Se supõe que a política é a arte de fazer acordos, porque nunca pensaremos todos do mesmo jeito, então precisamos fazer acordos.

    Será que a Marcia poderia ter apresentado o seu livro com mais pontos e deixado o Kim numa posição diferente do que
    somente o confronto? Não sei. Sou da opinião acho que também do Felipe que acabou dando mais
    munições ao Kim caindo fora, independente do fato de que ela é livre para decidir o que achar melhor.

    Sobre a retórica do Kim, ela nada num mar etéreo de falta de idéias reais.
    Ele é a expressão de uma realidade de muitos jovens que não sabem mesmo o que defendem. Mas isso deveria nos levar a um diálogo.

    Eu tenho uma certa experiência de uns 20 anos antes quando ateus apareceram mais na mídia. Fomos golpeados, tivemos bons diálogos,
    alguns ficaram caricatos, porém a compreensão hoje sobre o ateísmo é muitíssimo maior,
    e aprendi também que os mais jovens ouvem sim os argumentos e tem mais oportunidade a mudar de opinião,
    e por isso defendo que era melhor ficar. Mesmo que a gente tenha que usar tabuleiros laváveis que sabemos que
    serão defecados muitas vezes, após esse longo caminho, há sim jovens que merecem ouvir um diálogo e saírmos da postura do confronto. Digo isso como uma pessoa que já esteve num programa do Cabrini com um padre italiano. E não nos matamos um ao outro, embora o Cabrini quissesse isso.

    Uma correção: o MBL não é de libertários, são anti PT e nadam nesse vazio por culpa da corrupção do governo.
    Não vejo nenhuma filosofia de fato por trás mais do que somente a oposição, que deu certo derrubando esse governo
    e agora serão massa de manobra para quem sabe que ovo da serpente (pois tem vários ovos de várias serpentes).

    Daí ouvir o Carapanã no final do episódio me deixou extremamente triste, porque após a minha conclusão de encontrar um diálogo
    era a minha esperança. Irei esperar com entusiasmo os seus próximos episódios.

    Só para finalizar : “continuem assim!” e “obrigado!”

  2. Olá a todos,

    Muito legal o episódio! Diálogo é sempre necessário e construtivo, quando ambos querem efetivamente trocar e aprender.

    Essa mutação que os conceitos liberais tem sofrido é bem esquisito e perigoso. Na prática, um liberal clássica já seria acusado de comunista por este grupo. é difícil mesmo…

    Muito legal todo o debate e tudo de bom a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s